cloud
cloud
cloud
cloud
cloud
cloud

Salas


program image

Amarela :

Para algumas crianças da Sala Amarela a chegada à escola começa cedo. Para outras a chegada acontece perto do acolhimento onde cantamos os bons dias, marcamos a tarefas, as presenças e conversamos. Depois do acolhimento continuamos a nossa rotina que está estruturada em diferentes momentos. O ambiente é seguro, acolhedor e proporciona múltiplas experiências que lhes permitem aprender e apreender as diferentes aprendizagens importantes na infância.
No tempo de planeamento/revisão cada criança faz o seu plano de trabalho, plano esse que irá desenvolver ao longo do tempo de trabalho nas diferentes áreas de trabalho. No final faz a revisão conversando sobre o que desenvolveu anteriormente e mostrando o que construiu, se for o caso (uma casa com legos, um boneco de plasticina..)
No tempo de pequeno grupo são desenvolvidas actividades relacionadas com pintura, desenho, recorte, experiências, colagem entre outras.
No tempo de grande grupo aproveitamos para fazer jogos de movimento, dança, histórias e actividades de relaxamento.
Todos os momentos da rotina diária são importantes para lhes dar segurança, auto-estima, liberdade e responsabilidade. Estas actividades são realizadas num contexto de aprendizagem ativa onde a criança é um agente participativo e criativo na dinâmica da sala.
No contexto da rotina diária as crianças mostram mais autonomia nas tarefas diárias, como comer sozinha, vestir/despir batas, calçar/descalçar, apertar/desapertar botões.
Ao nível do desenvolvimento físico a criança desta faixa etária já tem definida a lateralidade; tem facilidade em vestir-se e despir-se sozinha. Aprecia também grandes corridas e jogos com obstáculos.
Ao nível do desenvolvimento da linguagem já fala fluentemente e utiliza de uma forma correta tempos verbais, pronomes, o plural. Começa também a revelar interesse por letras, números e pela linguagem em geral. Gosta de inventar jogos e de mudar as regras. Além disso existe uma maior compreensão das noções temporais.
Ao nível do desenvolvimento emocional o medo que se manifesta está mais relacionado com perda dos pais e/ou de pessoas mais próximas. Existe uma maior sensibilidade em relação aos sentimentos do outro. Se estiver cansada, nervosa ou chateada, poderá apresentar alguns dos seguintes comportamentos: roer as unhas, piscar repetidamente os olhos, fungar…
Tem cada vez mais consciência do erro e o medo de falhar ou não conseguir executar uma tarefa pode-a levar à frustração. Gosta de agradar aos adultos e começa a perceber o valor da mentira. As conversas são agora mais longas e a curiosidade por assuntos relacionados com o mundo, ciência e sociedade estão mais intensificadas.
Nesta idade tem noção das regras, no entanto ainda está a aprender a colocá-las em pratica especialmente esperar pela sua vez e terminar o que começa. Está numa fase em que a figura da mãe ocupa o centro do seu universo. Ao nível do desenvolvimento social a mãe é ainda o centro do mundo da criança, pelo que poderá recear a não voltar a vê-la após uma separação. Começa a interiorizar o sentido da obediência, mas nela nem tudo é doçura e obediência.
No que respeita à verdade, as histórias fantásticas e os exageros continuam. É também grande observadora e imitadora do que observa, brincando também de uma forma independente.
Gosta muito de conversar às refeições. Além disso começa a mostrar interesse sobre de onde vêm os bebés. Está numa fase de maior conformismo, sendo crítica relativamente aqueles que não apresentam o mesmo comportamento.

[/list]